Acupuntura e Fitoterapia Chinesa

Acupuntura na qualidade de vida

A palavra acupuntura origina-se do latim, sendo que acus significa agulha e punctura significa puncionar. A acupuntura se refere, portanto, à inserção de agulhas através da pele nos tecidos subjacentes em diferentes profundidades e em pontos estratégicos do corpo para produzir o efeito terapêutico desejado.

A acupuntura é uma técnica de tratamento que consiste no estímulo de pontos determinados da superfície da pele. Podem ser utilizadas neste processo agulhas, ventosas, massagens, e até o calor proveniente da queima da moxa, preparada a partir da erva artemísia (moxabustão), o objetivo desta técnica é de alcançar o equilíbrio de energias no corpo gerando assim um bem estar. A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu saúde como um completo estado de bem-estar físico, mental e social e não meramente a ausência de doença (WHO, 1946). Através de seu mecanismo de ação a Acupuntura pode propiciar a pessoa não somente a melhora de doenças já adquiridas como pode também promover a saúde de uma forma preventiva, que é seu objetivo maior.

Assim como a maioria das terapias orientais, a acupuntura busca interagir o corpo e a mente para gerar o equilíbrio físico, mental e espiritual dos indivíduos. Ela pretende restabelecer a o equilíbrio da “energia vital” que circula pelos canais do nosso corpo, os chamados meridianos. Nesse método o terapeuta introduz as agulhas em pontos específicos com o objetivo de dirigir a energia. Todas as pessoas são dotadas desses canais de energia, os meridianos. E, quando há algum desequilíbrio na circulação energética , nós adoecemos. Agindo através dos estímulos das agulhas, as sessões aliviam dores e sintomas psicossomáticos. Os estímulos também proporcionam analgesia, ação anti-inflamatória e relaxamento muscular. Muitos desconhecem que a função principal da acupuntura é a prevenção que consiste em ir contra a doença antes mesmo que ela se manifeste em sua plenitude, ou seja, antes que ela alcance seu estágio avançado dentro do organismo.

A Organização Mundial da Saúde lista mais de 40 doenças para as quais a acupuntura é indicada. Para os chineses tradicionais existem cerca de 300 doenças tratáveis por acupuntura, entre elas, sinusite, rinite, resfriado, faringite, amigdalite aguda, zumbido, dor no peito, palpitações, enfizema, bronquite crônica, asma brônquica, alterações menstruais, cólica menstrual, lombalgia durante a gravidez, ansiedade, depressão, insônia, mal-estar provocado pela quimioterapia, dores associadas com câncer, tendinites, fibromialgia, dores pós-cirúrgicas, síndrome complexa de dor regional, dermatites, gastrite, úlcera gástrica, úlcera duodenal, colites, diarréia, constipação, cefaléias, enxaqueca, paralisia facial, seqüelas de acidente vascular cerebral, lombalgia, ciatalgia, artrose, artrite, entre tantas outras, quanto mais equilibrado estiver nosso organismo, maior será nosso bem estar e a Acupuntura pode ajudar a propiciar este equilíbrio e bem estar.